31 de agosto de 2009

Detalhes importantes

Tem duas coisas que eu fiz no fim de semana que pequei em não comentar no post anterior. Mas voltei para me redimir rs.

Na quinta- feira a Sheila nos carregou (Tai, Rodrigo e eu) para um evento chique no Bourboa Hotel (é asim que escreve?).

Nada mais nada menos que uma apresentação com o ilusionista Issao... Não teria sido tão divertido se não fosse nós quatro fazendo e falando muita besteira e dando muita risada rs. Sem desmerecer o ilusionista.. ele é ótimo!

A decoração era linda; já eu... sou sempre linda neh kkkkkkkkkkk

We three.. amo e não dá pra medir.

Issão em um dos seus números.. ele é muito bom.


Foi massa.. adoro vcs crianças!! cada minuto com vcs é impagável.

No sábado a noite o Léo e eu fomos encontrar o Clayton e a Ju na Bela Vista e fomos na festa da Acherupita.

Hummmmmmmmm foi ótimo. Comi um monte e dei muita risada. O Léo e o Clayton juntos não prestam!!!

Bom, bom... precisamos marcar mais vezes.... (eu só posso ser masoquista escrevendo isso, ja me basta aguentar os dois juntos no escritório. kkk)

--

Hey people, amanhã, dia 01 de setembro é o 99º aniversário do Timão!
Fica aqui minha singela homenagem ao meu time de coração! Eu com o fardo rs Quer homenagem melhor?


Eu estou impossível hoje rs.

Brincadeiras a parte, vou postar um video que eu mesma gravei - a torcida da Gaviões cantando "Aqui tem um bando de louco". Have fun!

video

bjo.tchau

30 de agosto de 2009

Fim de semana. Eba!

Fim de semana bom, um sol lindo! Sinceramente eu queria ter ido a praia, mas o bom tempo me pegou de surpresa, então a solução foi curtir os dois dias aqui mesmo...o que não diz que foi ruim, pelo contrário, foi ótemo...
Sexta teve happy pra tirar a tensão da semana rs. Foi divertido, as always!
Ontem fui matar a saudades dos pequenos e da Carla...


(Pic. Niver deles - Jul/ 2009)

Almoçamos no Mc para ajudar as criancinhas no Mc dia Feliz. Estar com eles é sempre uma boa experiência.
OTiago já conversa muito.. é Tia Fê de lá.. tia Fê de cá rs.. lindo lindo. O João Victor já é um mocinho... conversa, conta histórias... Eles são dois anjos. Amo Muito Tudo Isso.
Adoro vocês e não canso de repetir. Preciso fazer uma visita pra ver o Douglas. E quando minha casa estiver em ordem vocês vem me visitar =D

Domingo me dei o direito de acordar um pouco mais tarde. Já estava combinado de fazer pic nic no parque; E a tarde lá fomos nós..

(Eu, Clau e Gigi (pensa numa pagadeira viciada rs.. coitado do pai dela rs))
O parque estava cheio.. muita gente curtindo o dia lindo. Chegamos, montamos nosso canto e aproveitamos cada minuto.
(Gigi na toalha do pic nic)

Eu e o Mr.

Ele é meu fã.. carrega a letra do meu nome onde ele vai rs


Paisagem linda. Adoro vcs!

Fazendo pose.. olha o cenário!!!

Claro que tinha que ter uma foto minha, tirada por mim rs
Teve "bobinho", teve football (não dá pra competir com o Léo rs), basquete e voley.. nós não conseguimos fazer 20 toques na bola sem deixar cair no chão rs
A brincadeira acabou quando a bola caiu no lago. Eu consegui pegar, mas tivemos que deixá-la de canto pois estava pesada por estar molhada.
Estava escurecendo ficamos brincando de fazer abdominal e tirar fotos até resolver ir embora. A arrumação começou e quando estavámos prestes a sair o Léo reparou a ausência da bola (wow!)
Até agora a gente não sabe e não entende como ela sumiu. Ela estava ali, do lado das nossas coisas secando... nós não saimos do lugar em nenhum momento. Não sei o que aconteceu. Acho que alguém a desmaterializou kkkkkkkkkkkkkk (interninha minha, da Tai, da She e do Rodrigo que assistimos o show do ilusionista Issao na quinta- feira)
Bom.. contudo eu só consigo concluir que sei aproveitar a vida, seja viajando, seja numa balada mega power, seja num bar simples ou com uma simples ida ao parque. Tudo é divertido quando se tem boas companhias e bom humor.
Queridos (Clau e Léo) Adoro vocês. Certamente nossos laços vão além de companheiros de trabalho. Duas pessoas que eu quero na minha vida pra sempre, seja por caso ou amizade rs.
Gigi, sem palavras.. master engraçada e inteligente. Com ela ninguém passa ileso.
--
Estou no último capitulo do livro Eclipse. Até fim de semana que vem termino a saga toda. Ontem outra frase (dentre muitas boas) me chamou atenção.. vou escrever pra vocês....
"Posso conquistar o perdão, mas isso não me deixa escapar das consequências"
Real, não? Prefiro não escrever sobre o quem vem à minha cabeça lendo isso.
é isso ai..espero que todos vocês tenham uma ótima semana. E se já leram até aqui, não custa comentar ;)
bjo.tchau

28 de agosto de 2009

Rafs.. essa é pra vc!

Eu ainda vou terminar de postar sobre minha viagem... Mas hoje vou falar de um amigo especial.

Quando eu entrei no Veirano, a Kely (ex secretária) me apresentou o blog Vale9conto. Eu posso dizer que era um dos blogs mais criativos que eu lia.

Tratava de uns estágiarios de uma agencia de publicidade localizada na região da Berrini, eles tinham o vale refeição de R$9 por dia (o que é mto pouco para comer bem por lá - o meu é de R$ 15, 50 pra vcs compararem) então a saga era comer bem por R$9 e fazer o vale render até o fim do mês (ok, missão impossível rs).

Eles saiam, comiam, tiravam fotos, postavam e os donos dos restaurantes até ficavam felizes pois rolava um merchandising básico rs.

Certo dia eu resolvi comentar e essa atitude virou um convite para um almoço... marcamos o lugar e o horário.

Dia 23 de janeiro de 2008 às 12h no Hotel em frente ao Robocop (meu local de trabalho - o que nos deu o apelido de Robocop girls)

Pausa: Rafa.. nossa amizade já esta caminhando para o 2° ano.. percebi isso qnd vasculhei o arquivo do blog pra roubar nossa foto!

Luis, Rafa, Kely, Monica, Suelen, Menina, Eu e Getulio

Não fugimos do padrão.. almoçamos, gastamos pouco, tiramos fotos e aparecemos no blog, em um post lindo e carinhoso. Acho que foi escrito pelo Rafa. Vejam-o aqui
Não sei pq, mas de todos os estags que eu conheci a afinidade foi maior com o Rafa. Nossa amizade prova que "amizade entre homem e mulher existe sim".. e "amizade virtual existe sim!"

Nós nos falamos sempre via gtalk e msn. Depois do dia do almoço eu só o encontrei uma vez em um restaurante e almocei outra vez em uma ocasião qualquer (olha que ele estuda na mesma facul que eu estudei e a gente nunca se trombou por lá). De resto, tudo virtual, o que não diminui o carinho que eu sinto por ele.

Já divagamos muito sobre a vida, sobre namoro.. coitado ele aturava minhas lamentações quando estive numa fase péssima, mas tb sabe das baladas, dos rolos e afins rs....

As vezes a gente fica um tempão sem se falar, ai qnd eu menos espero eis que surge uma janelinha do gtalk dizendo um "oi, td bão?" rs...

Rafs, vc nasceu em agosto mas eu gosto de vc kakaak. Esse post é um simples gesto de te desejar FELIZ ANIVERSÁRIO, eu desejo que vc tenha muito sucesso e seja sempre muito feliz.

Se precisar de mim saiba que pode contar sempre.... Te adoro menino...

Ahh e julgo que esse post é um presente mais legal do que uma bala, portanto sem bala, ok? kakakaka

PS: Vale lembrar que o melhor blog de comida foi interrompido por uma babaquice... Mas tb não teria a mesma graça, o Rafa e o Luis não estão mais na agencia para escrever como só eles sabiam..

--

Estou devorando "Eclipse" , acho que é uma saga que todo mundo deveria ler pra aprender mais sobre o amor... hj uma frase em especial me chamou atenção e resolvi posta-la aqui.

"Você me deu duas alternativas com que pode conviver, e eu escolhi aquela com a qual eu posso conviver. É assim que a conciliação deve funcionar."

Lindo, não é? Quem tiver a oportunidade, leia!

bjo.tchau

23 de agosto de 2009

23/04/2009 Canadá - Ottawa

(Reparem que nesta data de hoje faz exatamente 4 meses que pisei em Ottawa.. Saudades!)
Antes de mudar o layout do blog vou terminar de postar sobre minha viagem perfeita pela América do Norte. Afinal, essa imagem ai em cima foi feita por mim para me homenagiar nessa jornada rs.

Em Toronto, a Clau e eu compramos passagens de ônibus para ir para Ottawa e para Montreal. Lá mesmo reservamos o hotel e seguimos viagem.

Uma estrada linda, uma sensação inexplicável.. viajar por uma estrada que você nunca passou e talvez nunca mais passará. Lagos lindos, casas de filme, um céu azul maravilhoso, apesar do frio.

Paramos pra comer, e não pude deixar de registrar o tamanho do pote de catchup. Que alias, lá é bem baratinho, baratinho mesmo comparado com o preço do Brasil pra mesma marca.


Eu e o Heinz

Um lake qualquer na estrada. Olha o céu, olha a água...


Ottawa é a capital do Canadá, uma cidade cheia de charme e encanto. Eu moraria lá com tranquilidade.

A segurança é master, a cidade limpissima (não que as outras não sejam). Tudo nos seus devidos lugares.

Passamos 3 dias e conhecemos any lugares. Fora que o hotel parecia uma casa.. com cama, banheiro e cozinha. Acho que foi um dos lugares que a gente comeu melhor no café da manhã rs.

Nesta viagem eu passei por vários Hard Rock Café.. cada cidade tem um. Mas só entrei no de Ottawa.

Tomamos a Canidian Bear, claro. E uma batida só pra poder trazer o copo. Que deu um trabalhão, eu tratava ele como um filho e consegui que ele chegasse no Brasil inteiro rs.

Olha minha cara de feliz rs

Lindo, não? (eu estou um pouco bronzeada nessa foto neh!)

Eu num parque atras do Parlamento...

Refletindo na vida... no gramado do Parlamento.

Tivemos um dia de calor =) e passeamos muito. Todo mundo lá trabalha até às 16h e depois vai correr, ler ou simplesmente deitar na grama e curtir o fim da tarde.

O Canadá é lindo!!!

Um dos pontos turístico que mais me surpreendeu foi o Museu da Guerra (olha que eu nem curto muito museus), lindo, interativo e real.
Você se sente nas guerras e entende um pouco da história do país.


Eu me escondendo dos adversários kakakaka
Passar por Ottawa foi uma experiência muito legal. Eu não me arrependo nenhum minuto dessa viagem.
Pensei muito na minha vida estando longe, tomei decisões, aproveitei, curti, curti e curti muito.
Parte dela foi na companhia da Cau.. muito legal.. podem confiar, a Cau é uma ótima companhia rs.
Portanto um brinde à nós!!!
Abaixo está um video importante nessa viagem e o coloco para homenagiar a Clau... Foi num dia que sentamos num bar para apreciar a música. Um dos cantores tocou uma música na gaita.. Animal!!!!

video

Pra terminar o post de Ottawa fica uma mensagem que estava estampada na parede do museu da guerra! Reflitam....
O que você vai fazer?
História não é só a estória que vc lê. É aquela que vc escreve. É aquela que vc se recorda ou denuncia ou relata para outros. Não é predeterminada.
Cada atitude, cada decisão, mesmo que pequena, é relevante a seu curso. História é arquivada com horror e repleta com esperança. É vc quem mede.
Próximo Post: Montreal (com direito a Cirque du Solei)
--
Semana passada foi jogo de pancadaria rs, so tinha falta. Essa semana foi jogo de ballet, os jogadores não conseguiam não dançar no gramado molhado.
O juíz foi malzão.. teve até gol de mão. Mas tb teve 3 gols pra gritar, sendo dois deles de penaltiii.. Emoção pura.
Acho que to ficando viciada! coisa feia.. (hey juíz vai tomar no **) kakakaka. Massa!
Tem um video que retrata a emoção do estádio. Vou postá-lo em breve.
--
Os sintomas do mês de agosto ainda estão em evidência. Momentos que nem deveriam acontecer.... mas passou, td bem.
Balanço do fim de semana: Excelente. Afinal, a Tai e eu descobrimos que ficar em casa de sábado a noite (no tempo frio lá fora) vendo videos engraçados é muito divertido rs.
--
bjo.tchau

20 de agosto de 2009

Mês do cachorro Louco - A descoberta!

Vou começar pedindo perdão aos meus amigos que aniversariam neste mês. Este post não é nada contra vocês, que são estrelas importantissímas na minha vidinha louca.

Shê, Kely, Tales, Rafa.. amo vcs!

Alguma coisa não está normal há uns dias.. comportamento estranho das pessoas, desânimo no escritório (o que não deveria haver pois acabamos de fazer uma mega divertida viagem), alguns stress particulares, pessoas reclamando, falta de dinheiro, de sorte, de amor, de tudo!!!

Estava difícil de entender até que eu e a Cau resolvemos sentar numa mesa de bar e prosar sobre a vida rs. Num certo momento fizemos a ligação: "Tudo explicado, estamos no mês de agosto".

Definitivamente as crenças, o universo, os astros, os deuses, a lua, as estrelas... tudo isso influência SIM na nossa vida.

Resolvi pesquisar na net e achei uma quase boa explicação rs. Vejam...


Histórias do mês de agosto

Não há nenhuma explicação para o mês de agosto ter se tornado o mês do desgosto em tantas culturas

O mês de agosto é popularmente conhecido como o mês do desgosto, ou do azar. Mas você sabe por quê?

Os romanos deram ao oitavo mês do ano o nome de agosto, numa homenagem ao Imperador Augusto, quando estavam acontecendo os mais importantes fatos de sua vida, destacando-se, dentre os principais, a conquista do Egito e sua elevação à dignidade de cônsul. Porque, como e quando agosto começou a ser um mês azarento é que ninguém sabe explicar.

As mulheres portuguesas não casavam nunca no mês de agosto, época em que os navios das expedições zarpavam à procura de novas terras. Casar em agosto significava ficar só, sem lua-de-mel e, às vezes, até mesmo viúva. Os colonizadores portugueses trouxeram esta crença para o Brasil.

Na Alemanha, entretanto, as mulheres não acreditam no poder mágico da superstição. Enquanto em muitos países maio é o mês das noivas, lá as moças sonham casar no mês de agosto. Na Argentina, não é aconselhável lavar a cabeça durante todo o mês de agosto. Quem lava a cabeça em agosto está chamando a morte.

A verdade é que a crença popular de que agosto é o mês de desgosto não é somente um ditado popular que rima; é, também, uma superstição internacional de grande aceitação entre nós, principalmente na zona rural do país, destacando-se, de modo muito particular, em todo o Nordeste, onde o processo de colonização foi homogeneamente português.

Mas, apesar de muita gente se dizer incrédulo nos azares próprios do mês de agosto, muitos não se casam, não se mudam, não viajam e não fazem negócios em agosto. A verdade é que as pessoas - acreditando ou não - preferem não brincar com o mágico, com as coisas do sobrenatural.

Existem muitos registros históricos de desastres e outros fatos ruins ocorridos durante o mês de agosto. Conheça algumas dessas datas:

No dia 24 de agosto de 1572 Catarina de Medici ordenou o massacre de São Bartolomeu, que ceifou milhares de vidas.

No dia 14 de agosto de 1831 os poloneses foram vencidos pelos russos na chamada revolta de Varsóvia e muita gente morreu sonhando com a liberdade.

No dia 14 de agosto de 1844 a França invadiu Marrocos.

No dia 11 de agosto de 1863 a França dominou o Cambodja.

Na cidade de Nova York, no dia 6 de agosto de 1890, o primeiro homem foi eletrocutado numa cadeira elétrica, como se o governo americano, arvorando-se em defensor de sua sociedade, achasse justo tirar a vida de um homem que tirou a vida de outro, isto é, fazendo a mesma coisa.

Em 24 de agosto de 1910, o Japão invadiu a Coréia, às custas de muito sangue, de muitas lágrimas.

No dia 1º de agosto de 1914 começou a 1ª Grande Guerra Mundial.

A Itália se apoderou, pela força das armas, da ilha de Corfu no dia 27 de agosto de 1923.

Com a morte de Hinderiburgo ocorrida no dia 2 de agosto de 1932, Hitler assume o governo da Alemanha.

A cidade de Pequim é invadida pelos japoneses no dia 8 de agosto de 1937.

Não satisfeitos com milhões de vítimas causadas pela I Grande Guerra Mundial iniciada no dia 1º de agosto de 1914, os homens iniciam a II Grande Guerra Mundial em agosto de 1939.

Mais de duzentas mil pessoas morreram nos dias 6 e 9 de agosto de 1945, quando as cidades de Hiroshima e Nagazaki foram destruídas pela bomba atômica, deixadas cair pelos pilotos Thomas Ferrebre e W. Copoeland.

No dia 13 de agosto de 1961 foi iniciada a construção de um muro, em Berlim, depois mais conhecido como o Muro da Vergonha.

O Paquistão e a Índia começaram a lutar no dia 25 de agosto de 1965.

O Exército Vermelho invadiu a Tchecoslováquia no dia 21 de agosto de 1968.

Na Irlanda do Norte, no dia 12 de agosto de 1968, católicos e protestantes começaram a se matar em nome de Deus.

No dia 8 de agosto de 1974 Richard Nixon renunciou à presidência dos Estados Unidos, em conseqüência dos escândalos de Watergate.

Em agosto de 1943 o navio "Cidade de São Paulo" chocou-se com uma das alas da Escola Naval. Dezoito pessoas morreram, inclusive Dom José da Afonseca e Silva, arcebispo de São Paulo, além de muitos feridos.

Durante o mês de agosto de 1952 caiu um DC-3 em Goiás, matando vinte e quatro pessoas e, em São Paulo, caiu um avião President com um saldo de quarenta e seis mortos e trinta feridos.

Em agosto de 1963 dez pessoas morreram em conseqüência de um choque entre aviões da Força Aérea Brasileira, em Viçosa, Alagoas.

Um DC-8, no dia 21 de agosto de 1963, quando tentava vôo com destino à Europa, caiu no Galeão matando doze pessoas.

No dia 4 de agosto de 1963 dois aviões de treinamento da FAB se chocaram em Jacarepaguá ocasionando a morte de seis aspirantes da Aeronáutica.

Em agosto de 1965, um avião da TAP caiu em Cuiabá, fazendo oito vítimas.

Em agosto de 1965 o navio "Duque de Caxias" pegou fogo em Cabo Frio, quando trinta pessoas perderam a vida.

Em agosto de 1955 cinco pessoas morreram no incêndio da boate Vogue, dentre elas o cantor americano Warren Hayes.

Em agosto de 1958, uma violenta explosão seguida de um pavoroso incêndio, num paiol de pólvora do Exército em Marechal Deodoro, matou dezenas de pessoas, deixando milhares de desabrigados.

Em agosto de 1959, um incêndio que destruiu uma fábrica de tintas, no Rio de Janeiro, fez cinco vítimas, entre as quais três bombeiros.

Como resultado de uma crise política que assolou o país, suicidou-se, às 08:30 horas do dia 24 de agosto de 1954, no Rio de Janeiro, o então presidente da República Getúlio Vargas, renunciando, assim, não somente à presidência da República como também à vida.Forças estranhas fizeram com que o presidente Jânio Quadros renunciasse à presidência da República no dia 25 de agosto de 1961.

Vítima de um desastre automobilístico, Juscelino Kubitscheck faleceu no dia 22 de agosto de 1976
--

E o Rafa quer me fazer acreditar que Agosto é um mês bom. Fala sério! rs

Bom, estou traçando uns planos novos..preciso ganhar $ extra (don't worry! não venderei meu corpinho rs)

Ahhh e hoje no fimzinho da tarde estava meio a toa e começei a fuçar nuns blogs alheios que eu achei nos links da Shê.. Me empolguei e esse blog sofrerá mudanças em breve.
--

Feliz aniversário pra minha cidade querida que eu tanto amo! Pena que não pude honrar essa data especial e tive que ir trabalhar hahahahaha.
bjo.tchau

19 de agosto de 2009

Eu não estou normal rs

Sei lá..minha cabeça está a mil por hora.


Queria postar mas não sabia o que e porque.


Pensei em postar algo apelativo do tipo: como ganhar dinheiro extra! Como criar uma porção mágica e estar cada dia em um lugar do mundo diferente.. mas eu não consegui criar um texto bom pra isso rs...


Eu não estou no meu normal.. é como uma TPM fora de época (como se não bastasse a TPM da época).


Fora que hoje minha fantasia está a flor da pele e algo me fez sentir uma adolescente... Que sensação boa de um tempo bom que, talvez, não volte nunca mais...

Fiquei rindo a toa... (bobinha rs)


Enfim.. eu não sabia o que postar mas recebi um email da minha (tão loouca qnt eu) amiga Clau e resolvi postar...


--
Nova fábula da formiguinha

Era uma vez, uma formiguinha e uma cigarra muito amigas.
Durante todo o outono, a formiguinha trabalhou sem parar, armazenando comida para o período de inverno.
Não aproveitou nada do sol, da brisa suave do fim da tarde e nem o bate-papo com os amigos ao final do trabalho tomando uma cervejinha gelada.
Seu nome era 'Trabalho', e seu sobrenome era 'Sempre'.

Enquanto isso, a cigarra só queria saber de cantar nas rodas de amigos e nos bares da cidade; não desperdiçou nem um minuto sequer. Cantou durante todo o outono, dançou, aproveitou o sol, curtiu prá valer sem se preocupar com o inverno que estava por vir.

Então, passados alguns dias, começou a esfriar.
Era o inverno que estava começando.

A formiguinha, exausta de tanto trabalhar, entrou para a sua singela e aconchegante toca, repleta de comida.
Mas alguém chamava por seu nome, do lado de fora da toca.
Quando abriu a porta para ver quem era, ficou surpresa com o que viu.
Sua amiga cigarra estava dentro de uma Ferrari amarela com um aconchegante casaco de vison.

E a cigarra disse para a formiguinha:
- Olá, amiga, vou passar o inverno em Paris.
- Será que você poderia cuidar da minha toca?
- E a formiguinha respondeu:
- Claro, sem problemas!
- Mas o que lhe aconteceu?
- Como você conseguiu dinheiro para ir à Paris e comprar esta Ferrari?

E a cigarra respondeu:
Imagine você que eu estava cantando em um bar na semana passada e um produtor gostou da minha voz.
Fechei um contrato de seis meses para fazer show em Paris...
À propósito, a amiga deseja alguma coisa de lá?

Desejo sim, respondeu a formiguinha.
Se você encontrar o La Fontaine (Autor da Fábula Original) por lá, manda ele SE FUDERRRRRR!!!' aquele viado corinthiano do cacete!!!

Moral da História:
Aproveite sua vida, saiba dosar trabalho e lazer, pois trabalho em demasia só traz benefício em fábulas do La Fontaine e ao seu patrão.
Trabalhe, mas curta a sua vida. Ela é única!!!

Se você não encontrar a sua metade da laranja, não desanime, procure Sua metade do limão, adicione açúcar e gelo, e...Seja feliz !

"A Vida é curta, Quebre regras, Perdoe rapidamente, Beije demoradamente, Ame verdadeiramente, Ria incontrolavelmente e nunca deixe de Sorrir, por mais estranho que seja o motivo."
--
é isso...
bjo.tchau

18 de agosto de 2009

O que seria do branco se todos gostassem do vermelho? Temos que nos adaptar.

Ultimamente tenho mergulhado de cabeça na fantasia Crepúsculo... em menos de 20 dias eu já li os dois primeiros e estou começando o terceiro. (Crepúsculo - Lua Nova - Eclipse - Amanhecer)
Acho que minha fascinação pelo romance fantasiado é pra fugir da cruel realidade do mundo muito humano que vivemos.
Nem se preocupem em relacionar o que eu vou escrever com alguma fase ruim.. Eu estou muito bem, obrigada!
Mas tenho reparado muito no comportamento das pessoas (inclusive eu) e resolvi escrever sobre isso...
É incrível como somos tão diferentes um dos outros e com alguns um acordo de paz é praticamente impossível! Mas mesmo assim precisamos da convivência.. estranho neh?
Pessoas resistentes a mudança, com prioridades e pensamentos muito diferentes dos nossos..mesmo sendo tão próximas de nós.
Como podemos agir para amenizar essas diferenças???
Resolvi jogar no google e achei uma matéria interessante.. vou postar o que acho pertinente à situações que eu vivencio.


CONVIVÊNCIA COM O PRÓXIMO

Um antigo psiquiatra, já falecido, o qual me incentivou nos primeiros passos da psiquiatria, não se cansava de dizer que a maior causa de aborrecimentos do ser humano é outro ser humano, muito embora dissesse também, que a maior causa de alívio desses aborrecimentos é outro ser humano.

Interessa aqui falar um pouco da primeira parte dessa questão, ou seja, da má influência de nosso próximo em nosso estado de espírito. Se a colocação de meu antigo mestre for verdadeira, e parece que é, então para o bem-viver emocional devemos aperfeiçoar nossa capacidade de convivência com nosso semelhante.

Ao falar sobre a capacidade de nossos semelhantes em nos aborrecer estamos falando das frustrações, mágoas e irritabilidade que nossos semelhantes podem produzir em nós. Conforme veremos adiante, de antemão podemos dizer que nossas frustrações, mágoas e irritabilidade, são proporcionais àquilo que esperamos dos outros; quanto mais esperamos, mais sofremos.

Sempre que esse fato é comentado algum paciente pergunta quase angustiado: ¾ então não devemos esperar nada de ninguém? Não, não devemos. E é bom acostumarmos com essa idéia. Quanto mais esperamos de alguém, mais corremos o risco de frustrações, mágoas e irritabilidade.

Portanto, é bom fazermos tudo aquilo que fazemos sem esperarmos nada em troca, fazemos por uma questão de consciência. Se algo de bom vier de nossos semelhantes será um lucro agradável e, se não vier nada, será normal. (na teoria é fácil.. mas a prática exige prática rs)

O ser humano, apesar dos milhares de anos conseguindo se adaptar à natureza, conseguindo sobreviver às intempéries, aos terremotos, aos animais ferozes, às epidemias e à toda sorte de dificuldades e perigos que o mundo oferece, continua hoje sofrendo e sendo vítima daquilo que sempre lhe pareceu o menor dos perigos: seu semelhante e ele mesmo.

É muito difícil tratar dessa importante questão de nosso relacionamento com os outros e conosco mesmo de forma resumida e prática. Primeiro, devido ao risco de falar o óbvio e aquilo que todos já sabem e, segundo, corre-se o risco de falar coisas desagradáveis de se ouvir.

Durante toda nossa história podemos experimentar algum sofrimento, mágoa ou desencanto com nosso próximo e, não obstante, este sofrimento, mágoa e desencanto serão tão maiores quanto menos nos conhecermos e menos conhecermos nosso próximo. Aliás, conhecer nosso próximo só é possível na medida em que conhecemos nós mesmos.

Uma das maiores dificuldade de convivência entre as pessoas se baseia no fato do ser humano se apresentar um ser social por natureza e, simultaneamente, um ser egocêntrico. Por sermos sociais, somos incapazes de viver sozinhos no mundo e, por sermos egocêntricos somos, ao mesmo tempo, incapazes de conceder aos nossos semelhantes as mesmas regalias que nos concedemos. Portanto, sozinhos não conseguimos viver e, paradoxalmente, com o outro também é difícil. (isso é crucial.. como fazer essa façanha???)

Para compensar essa peça que a natureza nos pregou, fomos dotados de um atributo muito especial: somos capazes de mudar. Trata-se do livre arbítrio ou seja, da capacidade de mudanças, de procurar um amanhã melhor que o hoje. Normalmente nossa evolução acontece através de mudanças em posturas e em atitudes diante dos semelhantes e da vida. Neste trabalho vamos falar sobre as dificuldades da pessoa em conviver com seu semelhante e reservamos para outro escrito as questões relativas à convivência da pessoa consigo mesma.

Estando a pessoa sofrendo alguma mágoa ou frustração produzida por outra pessoa ou por circunstâncias do destino, será melhor pleitear uma mudança em sua própria postura diante dos outros e do mundo para que não se magoe e nem se frustre. Essa é a atitude mais sensata psiquiatricamente falando, principalmente porque o psiquiatra não tem acesso e não pode mudar o outro e nem o mundo.

Inicialmente, vamos considerar que a mágoa, o aborrecimento, a irritabilidade e a frustração são sempre de autoria da pessoa que se sente magoada, aborrecida, irritada e frustrada. São sentimentos que nascem na própria pessoa, portanto, a culpa, no sentido involuntário do termo, deve recair sobre quem está magoado, aborrecido, irritado e frustrado. É a pessoa quem alimenta tais sentimentos, é ela quem se deixa magoar, frustrar e aborrecer.

Assim sendo, em termos de sentimentos, o raciocínio mais correto é dizer que a pessoa deixou-se magoar por fulano e não que foi magoada por ele. Não deve ser fulano quem nos irrita mas sim, nós nos deixamos irritar por fulano. Portanto, como se vê, nossos aborrecimentos têm uma origem dentro de nós, são sentimentos nossos.

Primeiramente, se nos sentimos magoados, aborrecidos, irritados e frustrados sem que essa tenha sido a intenção do outros, a culpa é de nossa sensibilidade. Estão nessa situação os sentimentos de humilhação que experimentamos quando nosso orgulho é ofendido. Ora, estamos falando de nosso orgulho. Ou nos sentimos magoados quando achamos que não estamos sendo gostados o tanto que gostaríamos de ser gostados. Ora, a quantidade que gostaríamos de ser gostados é nossa pretensão, portanto, de nossa exclusiva responsabilidade. Ou nos sentimos frustrados porque o outro não satisfaz nossas expectativas. Ora as expectativas são construídas por nós, portanto, de nossa autoria.

Em segundo lugar, mesmo sendo intenção dos outros nos magoar, humilhar, frustrar ou irritar, se estivermos muito bem conosco mesmo, jamais nos deixaremos abater por tais sentimentos. A fragilidade sentimental (afetiva) favorece nossa vulnerabilidade às más intenções de nossos semelhantes.

Nossas frustrações costumam ser proporcionais às nossas pretensões. Quem deseja ser sempre obedecido incondicionalmente, com certeza terá muitas oportunidades na vida para sentir-se frustrado. Da mesma forma quem deseja ser sempre e por todos compreendido, amado, aplaudido, respeitado, etc. Muitas vezes nos magoamos por sentir que não estamos sendo gostados o tanto que gostaríamos de ser gostados, nos sentimos humilhados por não sermos prestigiados o tanto que achamos que merecemos, e assim por diante.

Uma das causas de nossas frustrações é também a sensação de falta de reciprocidade, ou seja, quando não fazem conosco ou para nós o mesmo que acreditamos ter feito (de bom) aos outros. Isso significa que fazemos alguma coisa na esperança de um retorno com lucro. As pessoas se irritam ao esperar na fila porque, normalmente, não gostam de deixar ninguém esperando por elas. A realidade nua e crua, é que as não gostamos de deixar outros esperando porque não gostamos de esperar, somos gentis no trânsito na expectativa de que sejam gentis conosco, damos esmolas porque não gostamos de nos sentir sem dinheiro, somos honestos porque esperamos honestidade dos outros... Como vemos, nosso parâmetro de bondade, caridade, compreensão, etc. é sempre nós mesmos.

Essas pretensões para que nossos próximos façam isso ou aquilo, que procedam dessa ou daquela forma nascem e existem dentro de nós. Mas, por outro lado, nosso semelhante também tem, tal como nós, suas pretensões. Aliás, as mesmas pretensões que temos. Ora, como poderíamos pretender um equilíbrio harmônico entre duas pessoas que pretendem, simultaneamente, serem ambos admirados, gostados, respeitados, obedecidos, etc. se essas pessoas não entenderem que ambos são iguais? Frustrar-se e magoar-se porque meu próximo também pretende ser admirado, gostado, respeitado e obedecido é, no mínimo, um grande contra-senso.

Para entendermos nosso semelhante basta consultarmos nossas próprias pretensões, pulsões, inclinações e anseios (é por isso que ele se chama nosso semelhante). Portanto, tudo começa com a consciência à respeito de nós mesmos.

- Irritar-se e magoar-se com os muito próximos

Estão incluídas aqui os familiares mais próximos, como os cônjuges, filhos, pais, irmãos e amigos íntimos. Sendo esse outro uma pessoa muito próxima, alguém de quem gostamos, nossa exigência para com ele será maior, e será tão maior quanto maior for nosso apreço à ele.

Esses muito próximos normalmente nos irritam porque sentem frio ou calor demais, são desorganizados, deixam a torneira pingando ou implicam com a torneira que deixamos pingando, apertam o tubo de creme dental no meio ou se irritam quando fazemos isso, chegam tarde, não dão flores, não valorizam nosso serviço, não gostam das coisas que gostamos, não são tão responsáveis quanto nós, são muito exigentes, têm péssimo gosto musical, se preocupam com besteiras, são muito despreocupados, não retribuem tudo o que lhes fazemos, não têm sentimentos de gratidão para conosco, não nos compreendem, não gostam de nós o tanto que gostamos delas, não lembram datas importantes para nós, não odeiam as pessoas que odiamos, conseguem ficar indiferentes quando estamos irritados e assim por diante.

Exigimos dos nossos muito próximos que concordem com nossos mesmos princípios e pensamentos senão, obviamente, estão errados. Exigimos que se comportem, pensem e julguem tal como faríamos e se, porventura estiverem em desacordo com esse ser especial que somos nós, será motivo suficiente para nos irritar.

Para estarmos de bem com nossos muito próximos, até seus sentimentos devem ser iguais aos nossos: devem antipatizar-se com as pessoas das quais não gostamos, devem achar imoral aquilo que achamos, devem preferir tudo aquilo que preferimos e desprezar tudo que não gostamos, devem ser muito gratos à nós e nos gostar na medida em que achamos justo e assim por diante.

Exigimos dos muito próximos que nossos desejos não sejam apenas atendidos, mas também adivinhados, sem que tenhamos de explicar quais são esses desejos, pois, explicando e pedindo uma postura desejável não seria espontâneo, como gostaríamos que fosse. É muito importante que nosso muito próximo saiba exatamente o que nos agrada, tenha nossa mesma escala de valores e faça seus julgamentos com nossos mesmos critérios.

Há pessoas que não se dão conta dessa nossa exigência desmedida em relação ao nosso muito próximo. Consideram a mágoa e irritabilidade provocada em nós por nosso muito próximo como uma resposta emocional correta, adequada às injustiças e às questões de certo e errado. Mas, quais são esses critérios de justiça, de certo e de errado?

Ora, seria um enorme contra-senso nós, pessoas maravilhosas que somos, estarmos defendendo conscientemente o injusto e o errado. Supomos, então, que tudo aquilo que pensamos e julgamos é certo e justo. Entretanto, este certo e justo são frutos exclusivos de nosso ponto de vista e não do ponto de vista de nosso próximo.

Na realidade nos magoamos muito quando nossas expectativas em relação ao nosso muito próximo não são satisfeitas, quando ele não se comporta do jeito que comportaríamos se fôssemos ele. Nos magoamos quando ele não sente o mesmo que sentiríamos se fôssemos ele. Resumindo, nos magoamos sempre que este nosso muito próximo age, pensa e se comporta diferente de nós mesmos, diferente daquilo que desejamos, diferente daquilo que achamos certo, enfim, diferente de nós.

É sadia a idéia de não ser nosso próximo quem nos irrita mas sim, nós quem nos deixamos irritar por ele. Sempre que nosso muito próximo proceder de forma contrária àquilo que esperamos dele nos irritamos. Esse ser tão especial como nós, jamais poderá ter seus conceitos, idéias e julgamentos contrariados.

Isso nos faz voltar à questão de nossa frustração ser proporcional às nossas pretensões. Se pretendemos que nosso muito próximo seja como nós, pense igual à nós, julgue como nós e dê valor às coisas absolutamente como nós, podemos nos considerar frustrados e irritados desde já, pois, ele não é nós, ele é ele. Não adianta nos frustrarmos diante da eventual ingratidão desse nosso muito próximo para conosco, apesar de tudo o que fazemos por ele. A pretensão da gratidão e de reciprocidade nasce em nós. Também não adianta nos frustrarmos porque nosso muito próximo não antipatiza com as mesmas pessoas que nos são antipáticas ou não goste tanto das pessoas de quem gostamos; seus sentimentos são diferentes dos nossos.

Não há erro no fato de nosso muito próximo ser diferente de nós, ou seja, ele não é culpado pelo simples fato de ser uma pessoa diferente de nós. O erro é pretendermos que ele seja como nós e essa pretensão para que ele seja como nós é nossa, ou seja, a culpa por estarmos decepcionados, magoados e irritados é nossa.

Diante da irritação e mágoa proporcionadas por esse nosso muito próximo diferente de nós, podemos ter duas atitudes possíveis:
1 - Pretender uma mudança em nós mesmos de forma a aceitar nosso próximo tal como ele é e sem que isso nos magoe, nos irrite ou nos frustre ou;
2 - Pretender uma mudança em nosso muito próximo de forma a torná-lo mais parecido com aquilo que gostaríamos que fosse e, com isso, sofrermos menos.
Essas duas questões merecem uma reflexão maior. Nem uma nem outra atitude deve ser absoluta e definitiva. Devemos avaliar uma posição sensata e intermediária, analisar os custos (emocionais) e os benefícios para optar entre uma coisa e outra.

--

eu sei, eu sei..ficou gigantesco e talvez nem seja a resposta que procuro.. mas é um começo. Ainda vou pesquisar mais sobre isso... vou acabar louca num curso de psicologia rs...

tem mais sobre essa matéria aqui
--

bjo.tchau

17 de agosto de 2009

Crepúsculo

Depois de dias ensaiando para assistir o filme, eu finalmente matei minha vontade. Confesso que me decepcionei!
O livro é muito foda e o filme fica no chinelo. Hunffff....
Mas isso não vai me fazer desistir da saga. Já estou no "Lua Nova" e tenho os dois últimos livros garantidos.
Postando rápido só por postar.
Ahhh..preciso registrar que: é cada uma que me acontece..só rindo pra não chorar; e pedindo paciência..pq se eu tiver força eu MATOOOO! kakakak

--
bjo.tchau

16 de agosto de 2009

Olha aonde eu fui parar...

16.08.2009 - Corinthians x Atlético - Pacaembú/SP.
A gente saiu pra almoçar... sem lugar certo, sem stress.. nosso dia dependia só da gente pra ser bom ou ruim.
Saimos sem rumo, já era mais de duas horas da tarde e no meio do caminho eu cogitei: "vamos no jogo?"
Nunca fale isso para um torcedor fanático, mesmo que ele não esteja 100% bem de saúde, ele vai aceitar. E é claro que o Léo aceitou e se empolgou rs.
Fomos em direção ao estádio, comemos rápido demais no Girrafas e fomos atrás do ingresso. 15h50 ingressos na mão, entramos no estádio. Meu coração acelerou ao ver a Fiel cantando e cantando e cantando! Perfeito!


Ainda bem que minha camera está sempre na minha bolsa..assim eu não perco nenhum detalhe! eu tinha que me registrar no estádio! 23 anos e minha primeira vez foi o máximo...
O Timão ganhou depois de 5 jogos sem fazer gol.
O Léo é uma excelente companhia, em qualquer ocasião, inclusive, em jogo!
O dia estava lindo...

O placar foi nosso! Mto legal!! Adoreiiii mtoooo....

Vc é do jeito que eu quis. Te gosto muito muchacho corinthiano!

--

E ontem teve a comemoração do niver da minha amiga linda!

Com direito a reencontro de amigas, muita risada, bolo, fotos e amizade!

Amei essa foto! Quarteto massa....
E é claro que nós fechamos a festa rs! Adoro vcs meninas...

Nem preciso dizer o quanto vc é especial. Eu desejo que vc me tenha como amiga pra sempre! kakakaka

--

Fim de semana excelente! Assim como todos os dias... eu faço meu tempo ser bom..pq ser bom ou ruim só depende de mim.. por isso prefiro que cada momento seja único e sempre bom!

Praia, praia, praia..quero praia. Quem sabe semana que vem?

bjo.tchau

11 de agosto de 2009

Uma Amiga e tanto!

Entendam que tudo que eu escrever hoje não será suficiente para demonstrar minha admiração por ela.
Acho que a maioria já sabe, mas vou contar de novo rs.. em um dia qualquer no segundo ano da faculdade a Sheila entrou na sala para se apresentar e oferecer que nosso curso se juntasse com a formatura do pessoal da FCA (faculdade de ciências administrativas, a qual nosso curso fazia parte).
Na mesma hora o nome das candidatas estavam no quadro, entre alguns.. estava o meu que ficou em segundo lugar. Isto significava que, se precisassem ou se a escolhida desistisse, eles me chamariam.
Confesso que esqueci o assunto, não achava que iam me chamar. Mas alguns meses depois a comissão foi reajustada e eu me juntei a eles.
Era uma guerra eu diria rs.. reuniões pesadas, stress.. e a maioria em volta da Sheila e do Wendell (não vou me estender nesse assunto, limito-me a dizer que era injusto).
Eu me mantive imparcial e logo o "mal" da comissão saiu. Tudo começou a ficar mais claro... nós conseguimos seguir um rumo, muitas coisas aconteceram e nós chegamos a etapa final e era aqui que eu queria chegar rs...
Não era todo mundo que trabalhava hard na comissão, alias era mais a Sheila, a Tai e eu. Nós passavámos horas e horas na frente do PC fazendo reuniões on line, nos encontrávamos na faculdade... tudo em prol do nosso tão tão sonhado baile de formatura.
Por um momento eu tive vontade de jogar tudo pro alto, mas eu não seria leal as minhas amigas. Isso mesmo, nessa altura nós já estavámos amigas intímas. E eu sabia que não acabaria no dia 22/o3/2008.

Estar do lado dela neste dia não foi fácil... tinhamos um big problema.. mas contudo, a Tai e eu estavámos lá.. prestigiando essa vitória que nós sabemos muito bem o quanto foi difícil e talvez por isso mais saboroso!
Ela tem mil desculpas para ser minha amiga (neh Sheila??? rs) e incrivelmente a gente se parece em muitos aspectos.
Como já disse algumas vezes aqui.. minhas amigas são de pura sintonia comigo. O vinculo entre a gente não se explica, se vive!
Não somos amigas de estar na casa uma da outra sempre (alias, ele nunca veio na minha casa:/), mas o que eu sinto é que somos ligadas uma à outra 24h por dia.
Ela vibra com minhas vitórias, me deixa a vontade para conversar e independente do que eu decido pra mim, ela está sempre do meu lado, sem criticar..somente tentando orientar (seus instintos de mãe funcionam comigo às vezes)...
Uma mulher de fases, mãe, amiga, profissional, esposa... uma mulher de garra que admira a quem conhecê-la.
Essa foto representa muito o que nós somos! E o que nós vivemos e sentimos nesse dia. Nossa maior vitória conquitada juntas.
Eu peço à Deus que hoje e sempre você tenha muita saúde, que vc alcance seus objetivos, seja muito iluminada para criar "seus presentes divinos" pelo caminho do bem.. que você seja muito, muito feliz e realizade e saiba sempre que a Vida vale a pena!
Shê.. não se esqueça que eu te amo e que eu fico muito feliz por ter vc como minha amiga..
Adoro sua empolgação quando eu conto meus contos de felicidade rs...Vc é uma das poucas que ouve/le com cautela e vibra comigo.
Que seu dia seja perfeito e que vc tenha um FELIZ ANIVERSÁRIO!
---
Cada dia melhor.. gosto, gosto e muito..
bjo.tchau

9 de agosto de 2009

Nunca nos desampara...

Imagino que, assim como mãe, pai é uma papel difícil de exercer. Ter que trabalhar para garantir o sustento dos filhos, tem que lidar com as crianças, com os adolescentes (é mto mais complicado pro homem, eu acho) e orientá-los sempre, até quando adultos.

A minha relação com meu pai não é uma das sete maravilhas do mundo, confesso. Ele é pisciano da cabeça aos pés! e isso colabora pra gente sempre discutir e bater de frente.
Pra ajudar eu sou menina.. e pro meu pai não é muito confortável lidar com namoradinhos, baladinhas e assumir que a filhinha dele cresceu rs!
Mas eu jamais vou poder dizer que meu pai não foi bom! Ele, sem dúvida, é o MELHOR pai do universo.
Não mede esforços pra nos ajudar, pra nos amparar e está sempre do nosso lado, em cada conquista.. em cada tombo...
Devo a ele (e à mamãe) minha vida, o que eu sei, o que eu sou e o que eu tenho. O meu sonho realizado de me formar, o sonho de conhecer a Disney. Se não fosse ele talvez isso demorasse muito mais do que 23 anos ou nem acontecesse.

É claro que eu acho que ele puxa mais o saco dos meninos.. eles são meninos pô. Vão ao estádio ver o Corinthians... vão bater perna pra ver carros e motos (olhar só por olhar). Jogam bola todo domingo juntos.
Eu saio na desvantagem pois não tenho jeito pra fazer essas coisa rs.
Apesar de tudo eu sinto e sei que ele se orgulha de mim. E que se tivesse que entregar a vida dele por nós ele faria sem hesitar.
Eu me orgulho muito de ter um Pai como o meu.
Talvez os nossos "gênios" não permitam que eu demonstre o que eu sinto por você o tanto quanto eu deveria.
Mas saiba que eu TE AMO muito e espero de coração poder retribuir tudo que você é pra gente. Aposto que o Wagner e o Eduardo concordam comigo.
Feliz dia dos Pais, paizão!!!!

--
Quero homenagiar meu avó támbem. Afinal ele é o pioneiro dessa família que me cria e me acolhe.
Um "véio" italiano e cabeça dura rs. Mas está sempre preocupado em nos fazer sentir bem. É comico pq ele insiste muito pra gente comer, por exemplo.. e quando a gente tem a oportunidade a gente faz o mesmo com ele e ele fica nervoso rs.
E quando ele se mete a orientar o caminho e a gente dá voltas no mesmo lugar.. kkkkkkkkkkkk, é diversão pura esse avó lindo.

Na foto: titia linda, vovó, vovô e mamis!

Na foto: Netas lindas!
Meu Deus!
Neste dia dos pais eu quero agradecê-lo por ter colocado homens tão especiais pra guiar a minha família.
Claro que a gente tem impecilhos, mas me diga, quem não tem?
Mas gente está junto e eu sou completamente feliz em ter uma família completa.
Cuide e proteja meu pai, meu avó, meu tio Biaggio e todos os pais, dignos de ser chamados assim. O mundo precisa de orientação e amor e isso os pais tem de sobre.
Amoooooooooo muito tudo isso!
--
Honey! I miss you this weekend!
Te gosto muchacho rs
bjo.tchau

5 de agosto de 2009

Um (post) pra vc!

Pare de imaginar..
Pare de interpretar...
Sim! A homenagem de hoje é pra você!!!
Não é aniversário dela não.. e nem uma data especial.. sei lá tipo data do nosso aniversário de amizade (qual é nossa data de aniversário de amizade??? kakaka).
É só um post claro pra Carla entender que eu não brigarei com ela usando palavras "entrelinhas" atráves desse blog. O dia que eu tiver algum problema contigo eu vou dizer e nós vamos nos resolver (como já aconteceu, inclusive).



Quando eu a conheci, eu tinha uns 14 anos e ela uns 21 ou mais ou menos, não sei bem... Ela não gostava muito de mim não... Mas também pudera! uma piveta querendo namorar o irmãozinho dela... Pobre de mim rs..
O tempo passou e o namoro não deu certo mesmo..mas o destino insistiu em colocar ela no meu caminho e eu no dela...
Ela estava grávida do João Victor, acho que com uns 7 ou 8 meses já.. Nem me lembro bem porque a gente se tornou tão próximas.. mas nossa amizade crescia a cada dia. Eu ficando cada vez mais apegada no bebe e mais confidente da Carla.
As minhas amigas são assim, pessoas que eu tenho muita afinidade e que não se explica.. meninas, mulheres que tem as mesmas caracteristicas que as minhas, a mesma "linha de pensamento".. com algumas idéias e opiniões diferentes mas que sempre faz com que a gente se entenda!
E com a Carla não é diferente.. ela tem uma vida completamente diferente da minha.. mas a gente se da muito bem.. Nossa chatice é igual kakakakakak


Por favor amiga, pare de usar entorpecentes e peça pra louca da Sheila parar de te fornecer essas drogas.. (é brincadeira pessoas!)
Tô falando isso porque ela leu o texto e interpretou da maneira dela, a Sheila consentiu e ela me surpreendeu com um e-mail hoje.
Eu até gostei dele, pq vc demonstra o quanto gosta de mim.. até mais do que eu imaginava, acho! Mas fiquei preocupada com o que vc interpretou.
Eu não fiquei brava, de verdade.. e confesso que sua reação não me surpreendeu (foi diferente pra mim tb).. mas eu já te falei que vc vai se surpreender, assim como eu me surpreendi quando tiver a oportunidade!
Nem se preocupe pq se um dia a gente deixar de ser amiga vc vai ter que me aturar mesmo assim pq eu NÃO abro mão do João Victor e do Tiago! (eles são meus sobrinhos por direito adquirido kakaka).
Te amo sua louca!
--
bjo.tchau

4 de agosto de 2009

Um dia cheioooo! TPM a vista!

Coisas que a vida ensina depois dos 40

Amor não se implora, não se pede não se espera...
Amor se vive ou não.
Ciúmes é um sentimento inútil. Não torna ninguém fiel a você.
Animais são anjos disfarçados, mandados à terra por Deus para
mostrar ao homem o que é fidelidade.
Crianças aprendem com aquilo que você faz, não com o que você diz.
As pessoas que falam dos outros pra você, vão falar de você para os outros.
Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.
Água é um santo remédio.
Deus inventou o choro para o homem não explodir.
Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.
Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.
A criatividade caminha junto com a falta de grana.
Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.
Amigos de verdade nunca te abandonam.
O carinho é a melhor arma contra o ódio.
As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.
Há poesia em toda a criação divina.
Deus é o maior poeta de todos os tempos.
A música é a sobremesa da vida.
Acreditar, não faz de ninguém um tolo. Tolo é quem mente.
Filhos são presentes raros.
De tudo, o que fica é o seu nome e as lembranças a cerca de suas ações.
Obrigada, desculpa, por favor, são palavras mágicas, chaves que
abrem portas para uma vida melhor
O amor... Ah, o amor...
O amor quebra barreiras, une facções,
destrói preconceitos,
cura doenças...
Não há vida decente sem amor!
E é certo, quem ama, é muito amado.
E vive a vida mais alegremente...


Artur da Távola
--
Eu não cheguei nos quarentas e como diz o Léo..eu ainda sou uma menininha, portanto estou um pouco longe disso rs..

Mas não acho que precisa chegar nessa idade para já ter aprendido algumas dessas lições.. as negritadas são as que eu já aprendi.. as sem destaques eu estou aprendendo e a em vermelho eu preciso me aperfeiçoar mais rs.


Tem outras lições além dessas que eu já sei também.. uma delas representa a foto abaixo... uma foto nada comum, inclusive rs


Hoje não era pra ser um dia bom.. Ontem depois de uma atitude inútil eu começei a sentir os primeiros sintomas da TPM que me persegue mês a mês fielmente.

Alguns impecilhos no trabalho e outras coisinhas contribuiram pra minha irritação tradicional dos primeiros dias da "temporada para matar"

Eis que decido desabafar e mando uma mensagem pra Deb no skype.."to irritada, de tpm.." e ela me responde.. "vem na janela deixar o calor do sol aquecer seu coração, relaxa!


Não contente com a mensagem, ela resolveu demonstrar como eu deveria me entregar a situação.. foi no minímo engraçado.. o Leo registrou e todo mundo caiu na risada! Eu já estava me sentindo melhor.

A tarde fiquei bem na minha, não estava muito pra papo.. mas quem passava pela minha mesa mexia comigo de alguma forma, e não sossegaram enquanto eu não me enturmei e esqueci do meu primeiro dia de stress.

Enfim, pequenas e "bobas" atitudes são capazes de nos desarmar e tornar nossos dias melhores!
--

Confesso que não gosto muito do mês de agosto.. mas em compensação, pessoas que eu adoro aniversariam nesse mês. (Sheila, Kely, Alex e Tales..)
Hoje o dia é do best boss.
O Tales chegou no escritório pouco tempo depois de mim, era contratado, virou consultor e consequemente, meu chefe! Eu nem posso reclamar, ele é uma pessoa ótima, meu amigo... divertido, inteligente, lindo!.. um lord.
A gente já se divertiu muito juntos e ainda vamos nos divertir mais rs. Eu adoro ele e não conheço alguém que seja capaz de não gostar desse ser iluminado.

A nossa foto que é minha predileta.. postada aqui para dizer que eu desejo um feliz aniversário para você. Que todos os seus sonhos se realizem e seus objetivos sejam alcançados (eu não tenho dúvida de que vc consegue tudo que vc quiser).

Que você seja muito feliz e conte comigo sempre que precisar. Te adoro leonino!

--

Insegurança foi o que eu senti... mas que sua atitude de me confortar me fez esquecer e me confirmou que eu não preciso desse sentimento.

Te gosto e isso cresce mais a cada dia!

bjo.tchau

3 de agosto de 2009

Campos nunca mais será a mesma....

Sexta feira os confirmados chegaram de malas, bolsas, sacolas.. como quem iria ficar um mês fora, mas era "só" para um fim de semana em Campos do Jordão.
.
Trabalhamos todos na euforia de ir viajar.. com um pouco de receio pois tinha um ser confirmado que não agradava (e não agradou) muito. Mas isso foi detalhe rs.
.
Seis horas, o ar condicionado desligou.. tirei o uniforme cansado e coloquei uma roupa light.. estava esperando a Deb para ir na Dolce Perfecto (nossa loja de guloseimas) comprar algumas besteiras... o Giovanni (filho da Deb - 7 anos) estava correndo pra lá e pra cá..resolvi brincar com ele.. eu ameaçava e ele corria..
Num certo momento ele parou perto da baia da minha mesa, eu ameaçei correr..ele se virou pra correr no sentido contrário e deu, com muita força, com a cara na quina da baia...
Não deu outra, um galo giganteso se formou.. eu não sabia se chorava ou se ria..pra não apavorá-lo..eu ri kakakaka
Logo ele se acalmou, a Deb não ficou brava e o tinhamos mais um convidado - o galo.
.
Todos ajeitados no carro, seguimos viagem.. no carro da Ju estava ela, a Clau, o Thiago e eu..coitado do Thiago..viajou duas horas com três mulheres falando de piling, pilates e essas coisas que homem não entende muito.
.
Chegamos na casa.. quase caimos de costa..era A CASA... perfeitamente linda e grande, aconchegante e impecavelmente limpa..
Seis suites com camas extremamentes quentes e confortáveis... uma sala com uma lareira enorme, uma sala de jantar deslumbrante.. tudo aos cuidados da perfeita Sara, a caseira, que nos esperava com uma deliciosa sopa de legumes.
A única alternativa foi escolher os companheiros de quarto, ajeitar as malas e saborear a sopa... Depois disso sentamos na sala, o Faézinho lindo acendeu a lareira e ficamos lá conversando um pouco.. Logo o pessoal se animou e começou a brincar de mimica de filme..
Confesso que não estava no pique, faltava alguma coisa (ou melhor: alguém)... Para não demonstrar meu desanimo eu sai a francesa, tomei um banho e começei a devorar o livro que a Deb me emprestou - "Crepúsculo"
Nessa brincadeira, fomos dormir todos as 4h da matina...
.
No dia seguinte às 10h estavámos em pé.. mal pude acreditar quando desci as escadas de madeira coberta com um tapete estilo antigo.. uma mesa farta de café da manhã digna de hotel de luxo (a Sara é uma fofa e eu não me canso de falar isso..)
Depois de tomar café sentamos no jardim da casa para esperar os meninos que ainda estavam dormindo.. começamos a nos preparar pra sair e resolvemos o roteiro.
Fomos no pico alto da cidade ver a vista e depois enraizamos na Baden Baden.. passamos a tarde experimentando cervejas diferentes e comendo salsicha alemã..
Ao entardecer uma das participantes foi embora, porém chegou o Léo..vindo de São José depois de uma dia de aula na pós.
Ai a viagem começou a ter cor rs... a maioria do pessoal foi pra casa e nós (Clau, Camila, Faé, Leo e eu) fomos no mercado comprar o fondue do jantar...
Chegamos em casa, jantamos... alguns foram dormir e outros ficaram na sala.. Só sei que foi diversão pura, muitas risadas, muitas perolas pra contar.. ficamos na nossa bagunça até as 5 da matina...
.
No domingo acordei mais de meio dia... tomamos café enrolamos na casa, tirando fotos, conversando.. e saimos umas 3 da tarde para almoçar..
Destino: Restaurante Gato Gordo, que quase virou Gato morto rs.. o lugar é lindo, a comida excelente mas o preço é SALGADO e o atendimento é péssimo.
Passamos umas horas lá e voltamos pra casa pra carregar os carros e voltar pra Sampa.. até ai normal.. Seria normal se no carro não estivesse a Ju, o Thiago, a Clau, o Leo e eu..todos animadissimos e empolgadissimos para falar besteiras, cantar e dar muita, mas muitaaaaaaa risada.
O trajeto inteiro da casa de Campos até a porta do escritório a gente riu e se divertiu muitooo. Foi surreal, não dá pra descrever.
.
Bom.. Campos nunca mais será do mesmo jeito, e o melhor..temos o convite pra voltaaar e nós vamos voltar com certeza!!!
.
Algumas fotos pra registrar....
Thiago, Giovanni, Deb, Ju, Eu, Clau, Camila, Leticia e Faézinho
No jardim da casa...

Leo, Eu, Giovanni, Thiago, Clau, Silvana, Camila, Jujuba, Faézinho e Deb
Na sala de jantar, curtindo o fondue...


Eu na pequena lareira..

Já devia ser uma 4 da manhã, a gente devia estar chegando no céu, a foto esta meio esbranquiçada

Só de ver a foto da tequila me arrepiava rs

Nós no Gato Morto, ops, Gato Gordo

Enfim, hoje o dia foi só risada lembrando das interninhas e das risadas.. É ótimo trabalhar com pessoas integradas, legais e companheiras...
.
O que aconteceu em Campos ficou em Campos, o que aconteceu no C3 ficou no C3 kakakakaa
.
O encontro de verão foi em Angra..
O de inverno em Campos..
O próximo, possívemente será em Salvador..
E assim nós vamos progredindo até chegar no objetivo Disney kakaka (mentira, eu que inventei isso rs)
.
Acho que isso é tudo que eu posso contar rs
.
A viagem só teve graça depois que vc chegou, adoro mais e mais..
bjo.tchau